Bancos têm muito que melhorar na relação com consumidor--Idec

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008 07:32 BRST
 

Por Wallace Nunes

SÃO PAULO (Reuters) - O ABN Amro Real aparece em primeiro lugar numa pesquisa realizada pelo Instituto de Defesa do Consumidor para avaliar a responsabilidade social dos principais bancos do país. Mas a sondagem mostra que o setor está longe de ter uma relação satisfatória com consumidores, funcionários e meio ambiente.

A avaliação --cuja escala vai de 1 a 5 pontos-- mostrou logo após o ABN, que teve nota 2,75, o Bradesco, com 2,60.

"O ABN Amro Real e o Bradesco não receberam notas máximas porque não apresentaram maiores evidências nos quesitos em que estão trabalhando, segundo nossos critérios", disse Marcos Pó, responsável pela pesquisa do Idec.

A avaliação final de responsabilidade social dos oito bancos envolvidos na enquete foi considerada de péssima a regular, segundo as notas dadas pelo Idec.

"Não há de fato nenhuma ação efetiva pelos bancos para melhorar as relações com clientes ou mesmo com seus funcionários, muito menos na questão ambiental", disse Pó.

Segundo ele, a avaliação mostrou dados poucos satisfatórios "e não condiz com a imagem dos bancos apresentada na mídia para conquistar clientes".

Em terceiro lugar apareceu Itaú, com nota 2,41, seguido de Banco do Brasil (2,21), Caixa Econômica Federal (1,93), HSBC (1,73), Santander e Unibanco, ambos com 1,51.

O destaque positivo do ABN foi a nota 4 no item "Política de meio e consumo sustentável", enquanto o Bradesco obteve a mesma nota para o item "Código de ética e conduta", com os funcionários. Já o Itaú teve 4 no tópico "Direitos e benefícios para trabalhadores diretos e indiretos".   Continuação...