Petróleo fecha em alta após bater novo recorde a US$110

quarta-feira, 12 de março de 2008 17:07 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo nos Estados Unidos fecharam em alta após atingir um novo recorde acima de 110 dólares nesta quarta-feira, à medida que um dólar em queda estimulou a compra da commodity como forma de proteção contra uma desaceleração econômica.

Na Nymex, o contrato abril subiu 1,17 dólar, ou 1,08 por cento, fechando em novo recorde a 109,92 dólares por barril, após ser negociado entre 107,09 e 110,20 dólares, que apagou o recorde atingindo na véspera.

O petróleo chegou a operar em forte baixa após dados do governo norte-americano mostrarem um aumento maior do que esperado nas reservas da commodity e de seus derivados na última semana. Mas o dólar atingiu novas mínimas logo após a divulgação dos dados, o que fez os preços da commodity revertem sua direção.

"O euro está indo para o telhado e o dólar está sendo pressionado para novas mínimas, esta é a principal razão da alta do petróleo a novos recordes", disse Mark Waggoner, presidente do Excel Futures.

O petróleo quebrou recordes durante o dia nas últimas seis sessões consecutivas e, desde 2 de janeiro, quando os preços chegaram pela primeira vez a 100 dólares, a commodity já bateu 15 recordes durante a sessão. Em Londres, o petróleo tipo Brent avançou 1,02 dólar ou 0,97 por cento, no recorde a 106,27 dólares por barril, operando entre 104 e 106,41 dólares, marcando um novo recorde no intradia.

"A tendência de alta do petróleo é tão forte que não irá morrer facilmente", disse Tom Bentz, analista do BNP Paribas Commodity Futures.

(Reportagem de Gene Ramos e Robert Gibbons)