Congresso aprova Orçamento, mas oposição ameaça não votar MPs

quarta-feira, 12 de março de 2008 20:52 BRT
 

BRASÍLIA, 12 de março (Reuters) - O Congresso aprovou na noite desta quarta-feira o Orçamento da União para 2008, cuja demora já vinha ameaçando obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Na Câmara, o orçamento foi aprovado com 404 votos favoráveis, 12 contrários e uma abstenção. No Senado, os 56 senadores presentes votaram a favor da medida.

Com maioria nas duas Casas, o governo não teve problemas para aprovar o Orçamento, mas o relacionamento com a oposição ficou comprometido.

Inconformada com o rolo compressor do governo, a oposição ameaçou não votar mais medidas provisórias para forçar a mudança nas regras de tramitação. Atualmente, uma medida provisória do governo tranca a pauta do Congresso até que seja apreciada.

"Não queremos nenhuma medida a mais no primeiro semestre e aceitamos, no máximo, mais duas no segundo semestre, dentro das novas regras de tramitação", afirmou o líder do DEM no Senado, Agripinio Maia (RN).

Uma comissão especial da Câmara analisa a mudança na edição de medidas provisórias e tem até o fim de abril para votar o projeto e enviá-lo ao plenário.

(Texto de Mair Pena Neto; Edição de Maurício Savarese)