Mercados sobem na Europa impulsionados por financeiras

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008 15:54 BRST
 

LONDRES (Reuters) - As ações européias fecharam em forte alta nesta terça-feira, impulsionada por papéis de financeiras que foram valorizados pela notícia de que o mega-investidor Warren Buffett ofereceu arcar com 800 bilhões de dólares em débito segurado por grandes seguradoras de títulos.

O índice FTSEurofirst 300, termômetro das principais ações européias, avançou 3,36 por cento, para 1.334 pontos. Trata-se do maior avanço percentual diário desde 22 de janeiro.

O HSBC foi um dos melhores desempenhos do mercado, subindo 3,4 por cento, enquanto o UniCredit cresceu 5,1 por cento e o Barclays fechou em alta de 5,3 por cento.

"Muito disso parece momentâneo. Não captei esse sentimento de que muitos investidores estão comprando no longo prazo, mas apenas um momento por todos os setores. O catalisador principal foram os comentários de Buffett", afirmou um operador.

Um outro suporte para o setor financeiro é um plano em separado de seis grandes financiadoras hipotecárias norte-americanas para ajudar donos de imóveis com crédito ruim a evitar atrasos.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em alta de 3,54 por cento, a 5.910 pontos.

Em Frankfurt, o índice DAX avançou 3,33 por cento, para 6.967 pontos.

Em Paris, o índice CAC-40 subiu 3,37 por cento, para 4.840 pontos.

Em Milão, o índice Mibtel encerrou em alta de 2,88 por cento, a 25.783 pontos.   Continuação...