12 de Fevereiro de 2008 / às 20:34 / 10 anos atrás

PANORAMA2-Mercados no país mantêm recuperação com ajuda externa

Por Alexandre Caverni

SÃO PAULO, 12 de fevereiro (Reuters) - Os ativos brasileiros mantiveram o ritmo de recuperação da semana nesta terça-feira, embalados também pelos mercados internacionais.

A Bovespa perdeu um pouco de fôlego no final do dia, depois de superar os 3,5 por cento de alta durante os negócios, mas ainda assim recuperou o patamar dos 61 mil pontos, perdido no início do mês, reduzindo a baixa no ano para pouco mais de 3 por cento.

No cenário externo, as bolsas ganharam impulso com a oferta do megainvestidor Warren Buffet, de resgatar grandes seguradoras de bônus com problemas. Após uma semana particularmente muito ruim, o mercado tem procurado aproveitar as chances que surgem para recuperar parte do terreno perdido.

"Depois de uma queda dramática (como a da semana passada), mesmo um mercado de baixa pode ter alguns dias de recuperação", disse Al Goldman, estrategista-chefe de mercado da A.G. Edwards, em relatório. "O que continuamos vendo sustenta nosso conselho de cautela e manutenção de reservas em dinheiro acima da média."

O real voltou a se valorizar no mercado cambial brasileiro, com o dólar caindo 0,46 por cento. Agora, a moeda norte-americana acumula queda de 1,5 por cento no ano.

Na quarta-feira, os investidores estarão de olho na divulgação do IPCA de janeiro, esperando que os números confirmem a desaceleração da inflação.

No lado externo --um dia antes de novo pronunciamento do chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, no Congresso dos EUA--, o governo norte-americano divulgará os estoques empresariais de dezembro, além de dados do mercado varejista de janeiro e números semanais sobre hipotecas.

Veja como encerraram os principais mercados nesta terça-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar encerrou a 1,750 real, em baixa de 0,46 por cento. O volume do segmento interbancário foi de 2,7 bilhões de dólares.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa avançou 1,92 por cento, a 61.805 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de quase 7 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

Pouco antes do fechamento dos negócios em Nova York, o índice de principais ADRs brasileiros avançava 1,15 por cento, aos 35.682 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam em baixa na BM&F. O DI janeiro de 2009 recuou para 11,83 por cento ao ano, enquanto o DI janeiro de 2010 caiu a 12,44 por cento.

GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 132.750 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,6 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil cedia 8 pontos, a 265 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 282 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

Às 18h29 (horário de Brasília), o índice Dow Jones .DJI subia 0,97 por cento. O Nasdaq .IXIC tinha queda de 0,13 por cento. O índice S&P 500 .SPX avançava 0,57 por cento.

TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, caía e o rendimento subia para 3,65 por cento no final da tarde ante 3,62 na véspera.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Reportagem de Cláudia Pires e Fabio Gehrke; Edição de Cesar Bianconi

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below