12 de Junho de 2008 / às 10:37 / 9 anos atrás

RPT-Anheuser recebe proposta de aquisição da InBev

(Repete texto publicado na noite da véspera)

NOVA YORK, 12 de junho (Reuters) - A Anheuser-Busch afirmou na quarta-feira que recebeu uma proposta de aquisição de 46,3 bilhões de dólares da InBev em um movimento de consolidação na indústria cervejeira mundial.

A InBev, criada em 2004 pela fusão da belga Interbrew com a brasileira AmBev AMBV4.SA, está oferecendo 65 dólares por ação à Anheuser, maior cervejeira dos Estados Unidos com 48,5 por cento do mercado. O preço de oferta é de um prêmio de 11,4 por cento com base no preço do fechamento de quarta-feira, de 58,35 dólares na bolsa de valores de Nova York.

A Anheuser, fabricante das marcas Budweiser e Michelob, disse que seu conselho de diretores "vai avaliar a proposta cuidadosamente e no contexto de todos os fatores relevantes", incluindo o plano estratégico de longo prazo da Anheuser-Busch". Depois disso, a empresa espera tomar uma decisão sobre a proposta "no tempo devido".

Jonathan Feeney, analista do Wachovia, afirmou que a proposta da InBev é igual a 13 vezes o Ebitda para o negócio nos Estados Unidos e no resto do mundo.

Além das marcas Budweiser e Bud Light, a Anheuser é dona de 50 por cento da mexicana Modelo e de 27 por cento da chinesa Tsingtao.

A empresa também opera nove locais temáticos e outras propriedades, além de ser proprietária de empresas que fornecem material para as cervejarias, como garrafas e embalagens.

Feeney estimou que a InBev, conhecida pelo agressivo corte de custos, conseguiria cerca de 1,2 bilhão de dólares ao ano em economias.

"A InBev concentraria seus esforços em modernizar a gigante norte-americana, uma possibilidade que poderia não ficar bem para os distribuidores da Anheuser", disse Feeney em uma nota de pesquisa.

"Além da questão dos distribuidores, a natureza altamente regulada da indústria cervejeira poderia impôr outras dificuldades de negócio", afirmou.

"Embora haja uma proposta na mão, nós preferimos esperar do que forçar a nossa visão, que é de que a ação tem valor fundamental na casa dos 50 dólares e um acordo ainda parece incerto."

Em 31 de março, a Anheuser tinha cerca de 714 milhões de ações remanescentes. As ações subiram 6,9 por cento, para 62,35 dólares no pregão eletrônico. Nas últimas 52 semanas, os papéis foram negociados em uma faixa entre 58,56 e 45,55 dólares, atingidos em março.

Reportagem de Martinne Geller em Nova York e Jessica Hall na Filadélfia

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below