May 12, 2008 / 3:28 PM / 9 years ago

Mortos por tremor chegam a quase 10.000 na China

5 Min, DE LEITURA

<p>Chineses se preparam para passar a noite narua depois do terremoto, em Mianyang, China, 12 de maio. Photo by Stringer</p>

Por Ben Blanchard

CHONGQING, China (Reuters) - O terremoto mais devastador das últimas três décadas na China matou quase 10.000 pessoas na segunda-feira na província de Sichuan e destruiu quase 80 por cento das edificações em um condado, segundo estimativas preliminares.

O tremor de magnitude 7,8 derrubou pelo menos oito escolas em pleno horário das aulas. Indústrias químicas e pelo menos um hospital também foram destruídos, segundo a imprensa estatal.

As equipes de resgate ainda não conseguiram chegar ao epicentro do tremor, Wenchuan, um condado com 112 mil habitantes a cerca de cem quilômetros de Chengdu, capital de Sichuan, segundo a agência estatal de notícias Xinhua. O número de mortos ainda deve crescer significativamente.

Mais de 7.000 mortos estavam no Condado Autônomo de Beichuan Qiang, que pertence a Sichuan. Ali, a imprensa estatal estima que 80 por cento das edificações foram destruídas.

"Estamos fazendo o que podemos, mas as estradas estão cobertas por pedras e rochedos", disse Li Chongxi, vice-presidente do Partido Comunista local.

A maior parte dos telefones de Wenchuan estão desligados. Um site de uma instância administrativa regional disse que o terremoto interrompeu várias estradas e afetou gravemente as telecomunicações em 11 condados.

Beichuan, que é parte da cidade de Mianyang, a cerca de 160 quilômetros de Chengdu, tem cerca de 161 mil habitantes, o que significa que aproximadamente 10 por cento foram feridos ou mortos.

Cerca de 900 adolescentes foram soterrados numa escola de três andares em Dujiangyan, que também fica na província de Sichuan. A população ainda conseguiu ajudar dezenas de alunos a saírem, e guindastes estão escavando o local sob o olhar preocupado dos pais, disse a Xinhua, que descreveu cenas de choro e sofrimento entre os soterrados. Na mesma cidade, há também centenas de soterrados sob os escombros de um hospital.

SENTIDO NA TAILÂNDIA

Na cidade de Shifang, 6.000 pessoas tiveram de ser retiradas de suas casas devido ao vazamento de cerca de 80 toneladas de amônia em uma fábrica.

Soldados e bombeiros estão levando cães farejadores, equipamentos para a detecção de pessoas vivas e explosivos para abrir caminho nas estradas, segundo a TV estatal.

Deslizamentos interromperam também três importantes ferrovias que dão acesso a Chengdu, retendo 31 trens de passageiros e 149 cargueiros, mas sem fazer vítimas, de acordo com a Xinhua.

A Administração Nacional do Turismo determinou a suspensão das viagens na área.

A planície de Sichuan é uma das áreas mais férteis da China, mas depende de um sistema de irrigação ligado a obras de drenagem feitas há 2.000 anos em Dujiangyan. Por conta disso, o terremoto pode agravar a inflação na China, que já atinge a maior taxa nos últimos 12 anos.

Sentido até na Tailândia, este foi o pior terremoto na China desde o de Tangshan (nordeste), que fez até 300 mil mortos em 1976.

O Serviço Geológico dos EUA disse em seu site (earthquake.usgs.gov) que o tremor principal ocorreu às 3h28 (hora de Brasília), a uma profundidade de dez quilômetros.

Na noite de segunda-feira, milhares de pessoas vagavam pela praça principal de Chengdu, onde houve pelo menos 45 mortos e 600 feridos, segundo a TV.

Em Pequim e Xangai, o terremoto fez com que funcionários fugissem de seus escritórios, mas não foram relatados danos. O primeiro-ministro Wen Jiabao fez uma viagem de emergência a Chengdu.

De acordo com dados oficiais transmitidos pela Xinhua, houve também 61 mortos em Shaanxi, 48 em Gansu, 50 em Tonquim e 1 em Yunan.

O presidente dos EUA, George W. Bush, enviou condolências às vítimas e ofereceu ajuda norte-americana. Japão, França e Alemanha também ofereceram ajuda.

Reportagem adicional dos escritórios de Pequim e Xangai

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below