BOVESPA-Puxado por NY, índice amplia alta e supera 70 mil pontos

segunda-feira, 12 de maio de 2008 15:56 BRT
 

SÃO PAULO, 12 de maio (Reuters) - Amparada pelo aumento dos ganhos de Wall Street, a Bolsa de Valores de São Paulo escapava do movimento indefinido que marcou a primeira parte do pregão e firmava movimento de alta.

Às 15h51, o Ibovespa .BVSP subia 0,96 por cento, para 70.312 pontos, pontuação acima do recorde de fechamento alcançado em 5 de maio, de 70.174 pontos. O giro financeiro era de 4,3 bilhões de reais.

Na Bolsa de Nova York, o índice Dow Jones .DJI avançava 1,17 por cento, impulsionado pelas ações de empresas de tecnologia.

Na bolsa paulista, as ações preferenciais da Aracruz ARCZ6.SA davam um salto de 5,29 por cento, a 14,32 reais. Pela manhã, a fabricante de papel e celulose informou que o acordo de acionistas entre seus principais investidores -- Lorentzen, Safra, Votorantim Celulose e Papel (VCP) e BNDESPar, assinado em 1988, expirou.

"O fim desse acordo, que já era esperado, estabelece que um dos três controladores (VCP, Lorents e Banco Safra) pode à partir de agora aumentar sua participação na empresa. Eu acredito que a VCP tenha interesse em aumentar a participação", disse Luiz Otávio Broad, analista da corretora Ágora.

As ações preferenciais da VCP VCPA4.SA registravam avanço de 3,32 por cento, a 53,52 reais.

(Reportagem de Aluísio Alves e Rodolfo Barbosa; Edição de Vanessa Stelzer)