Wall St fecha com variação comedida de olho no Lehman

sexta-feira, 12 de setembro de 2008 18:14 BRT
 

Por Steven C. Johnson

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas de valores norte-americanas fecharam perto da estabilidade nesta sexta-feira, em mais um dia volátil e de incertezas sobre qual será a saída para o Lehman Brothers .

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuou 0,10 por cento, para 11.421 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve valorização de 0,21 por cento, a 1.251 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq subiu 0,14 por cento, para 2.261 pontos.

Na semana, o índice Dow acumulou alta de 1,8 por cento, o S&P avançou 0,8 por cento e o Nasdaq teve uma variação positiva de 0,2 por cento.

Os investidores operaram em clima de expectativa, à espera de novidades no fim de semana sobre a saga do debilitado banco de investimento norte-americano.

Ações de companhias ligadas a matérias-primas e serviços públicos avançaram, com o aumento dos preços das commodities compensando as perdas de papéis de bancos.

Preocupações sobre a exposição da AIG a hipotecas pressionaram as ações da companhia, que caíram mais de 30 por cento e tiveram o maior peso sobre o Dow e o S&P 500 neste pregão.

As ações do Lehman caíram para a mínima em 14 anos, em meio a incertezas sobre qual será a forma de ajuda à instituição, especialmente após uma fonte afirmar que o Tesouro norte-americano reluta em prover capital para qualquer tipo de negócio escolhido.

"O Lehman é um representante dos mercados, de certa forma", afirmou Jim Fehrenbach, chefe de operações na Piper Jaffray. "Para onde vai o Lehman, o mercado vai junto no curto prazo."