Talibã mata ao menos 15 soldados em emboscada no Paquistão

sábado, 12 de julho de 2008 13:36 BRT
 

ISLAMABAD (Reuters) - Militantes talibãs mataram ao menos 15 soldados paramilitares em uma emboscada no nordeste do Paquistão neste sábado, disseram funcionários do governo paquistanês.

Os militantes atacaram um comboio de tropas paramilitares paquistanesas que se dirigiam para a cidade de Hangu.

"Ao menos 15 soldados, incluindo um comandante, foram mortos no ataque", disse à Reuters um alto funcionário do governo em Hangu.

Um porta-voz militar disse que mais de 12 soldados foram mortos.

Um representante do Talibã disse que um dos combatentes do grupo foi morto.

A tensão tem aumentado dentro e nos arredores de Hangu desde quinta-feira, quando militantes prenderam 11 soldados paramilitares e funcionários do governo, os mantendo reféns para pressionar pela liberdade de sete homens seus capturados anteriormente.

O grupo de militantes tem ameaçado matar os reféns caso seus companheiros não sejam libertados.

A violência no nordeste do Paquistão diminuiu na fronteira com o Afeganistão após a nova coalizão, formada nas eleições de fevereiro e liderada pelo partido da ex-primeira-ministra Benazir Bhutto, iniciar conversações com os militantes através de interlocutores tribais.

No entanto, a calmaria parece estar chegando ao fim, e militantes aumentaram as atividades no nordeste da região após seu principal líder, Baitullah Mehsud, suspender as negociações no último mês.

Autoridades atribuíram a Mehsud uma onda de ataques suicidas no país no último ano, incluindo o que matou Bhutto, mas Mehsud negou seu envolvimento no assassinato da ex-primeira-ministra.