12 de Junho de 2008 / às 16:53 / 9 anos atrás

ATUALIZA-Ação da AMBEV dispara com oferta da InBev pela Anheuser

(Texto atualizado com mais informações e comentário de analista)

SÃO PAULO, 12 de junho (Reuters) - As ações AmBev, maior cervejaria do Brasil, disparavam nesta quinta-feira depois que a InBev, grupo do qual faz parte, anunciou oferta de compra da norte-americana Anheuser-Busch (BUD.N) por 46,3 bilhões de dólares.

Os papéis da brasileira vinham sendo pressionados desde meados de abril por temores dos investidores de que a AmBev pudesse participar de uma eventual compra da Anheuser-Busch, o que poderia afetar seus níveis de endividamento ou diluir suas ações.

Mas a InBev INTB.BR informou nesta quinta-feira que uma eventual compra da Anheuser-Bush, que produz a cerveja Budweiser, não envolverá sua porção brasileira.

Às 13h45, as ações preferenciais da AmBev AMBV4.SA disparavam 9,5 por cento, para 116,20 reais, depois de chegarem a avançar mais de 12 por cento pela manhã. Os papéis ordinários AMBV3.SA exibiam alta de 5,6 por cento, a 106,00 reais, enquanto o Ibovespa .BVSP subia 1,2 por cento.

"Eles disseram que não vão emitir nenhuma dívida para a AmBev, o que é muito positivo para a empresa", afirmou o analista Antonio Gonzalez, do Credit Suisse, comentando que havia rumores iniciais no mercado sobre a AmBev ser usada como veículo para a aquisição porque isso geraria economias tributárias ao grupo.

Em teleconferência, o presidente-executivo da InBev, Carlos Brito, oriundo da AmBev, afirmou que o objetivo da companhia é chegar a um acordo amigável com a Anheuser-Busch e que a empresa buscará venda de ativos não-essenciais para financiar a operação.

A oferta da InBev é de 65 dólares por ação da Anheuser-Busch e um acordo uniria as operações da companhia na Europa, Brasil e Canadá com os negócios da cervejaria norte-americana nos Estados Unidos, México e China. A união das empresas também tiraria a britânica SABMiller SAB.L da liderança mundial.

"Creio que no longo prazo eles vão ter uma operação realmente global e aumentar o valor de suas marcas", disse Gonzalez, acrescentando que acredita na união das empresas.

"Os controladores teriam que criar um bom argumento para dizerem que podem criar mais valor aos acionistas que os 65 dólares que a InBev está oferecendo."

No mesmo horário, as ações da InBev avançavam 6,2 por cento e as da Anheuser tinham alta de 5,4 por cento.

Reportagem de Alberto Alerigi Jr.; Edição de Daniela Machado

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below