June 12, 2008 / 4:13 PM / 9 years ago

Petrobras vai rever cálculo do preço da nafta

5 Min, DE LEITURA

Por Denise Luna

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Após reunião com a Braskem na semana passada, o diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, decidiu rever o cálculo do preço da nafta vendida pela empresa às indústrias petroquímicas.

Atualmente, a fórmula de cálculo da nafta leva em conta o preço do produto praticado no mercado europeu, o que estaria descasado do preço que a Petrobras poderia praticar no mercado interno.

"Mandei fazer estudos técnicos e vamos reavaliar (o cálculo do preço da nafta) e chamar a Braskem para conversar", disse Costa a jornalistas após cerimônia de criação da Quattor, empresa que reúne os ativos petroquímicos da Petrobras e Unipar.

De acordo com o presidente da Quattor, uma parceria 60 por cento Unipar e 40 por cento Petrobras, a mudança de cálculo da nafta também é uma expectativa da nova companhia.

"Temos que chegar a um novo termo, uma nova fórmula de cálculo, principalmente levando em conta a condição de o Brasil não ser mais dependente do mercado internacional...desenvolver uma nova lógica que não leve em conta o preço de referência da Europa, que é importador", afirmou Vitor Mallmann, lembrando que com as descobertas do pré-sal o Brasil mudou o paradigma.

Ele informou que com o novo cálculo poderia ser feita uma redução de cerca de 15 por cento do preço da nafta hoje, de mil dólares a tonelada, "algo em torno de 100 dólares a menos por toneladas", informou.

Quattor

A nova empresa nasce com um faturamento de 9 bilhões de reais e já figura entre as 20 maiores empresas brasileiras, segundo Mallmann, e com um plano de investimentos da ordem de 2 bilhões de reais para ampliar, até o final deste ano, a capacidade de produção de petroquímicos básicos, polietilenos e polipropilenos nas suas nove unidades de produção.

"Um pouco menor do que a Braskem", segundo comparação do diretor da Petrobras, a Quattor tem ambições de avançar no mercado internacional e não descarta abrir capital no mercado para financiar seu crescimento.

"Quando se caracterizar demanda, a Quattor vai avaliar se lança ações em bolsa ou busca endividamento", afirmou Mallmann.

O programa de captação para a primeira fase já foi concluído pelas empresas envolvidas, da ordem de 1 bilhão de reais, que serão em parte utilizados para fechar o capital da Suzano e da Petroquímica União (PQU).

"A liquidação da Suzano será dia 25 e de hoje a daqui a 30 dias vamos fechar o capital da PQU...em 3 meses tudo estará fechado", disse o executivo.

A Quattor reúne além da Suzano e da Petroquímica União a Unipar Divisão Química, a Polietilenos União e a Rio Polímeros.

No final deste ano, a nova companhia terá uma capacidade instalada de 2,8 milhões de toneladas por ano de petroquímicos básicos e intermediários e 1,9 milhão de toneladas de resinas.

Mallmann não descartou aquisições, dentro e fora do país, mas que dependerão da proximidade com a matéria-prima.

"A região Sudeste tem todas as condições para mais investimentos", afirmou, lembrando que poderá participar da segunda geração do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), da Petrobras.

De acordo com Mallmann e com o diretor de Abastecimento da Petrobras, a empresa pode se associar com outras no Comperj, mas a avaliação será feita caso a caso.

"A Quattor vai definir como vai participar das empresas de segunda geração que serão instaladas no Comperj, algumas de forma integral, outras minoritárias, mas vai participar", disse Costa.

O Comperj, empreendimento de 8,5 bilhões de dólares da Petrobras, vai produzir produtos básicos (1a geração) para a indústria petroquímica --eteno, benzeno e propeno-- a partir de março de 2012 e tem em seu projeto a instalação de empresas de segunda geração no seu entorno.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below