Casa Branca descarta alterar postura sobre mercado de ações

domingo, 12 de outubro de 2008 11:29 BRT
 

WASHINGTON, 12 de outubro (Reuters) - A Casa Branca negou uma informação da imprensa britânica de que os Estados Unidos estariam considerando suspender as ações de bancos, como outras nações industrializadas, afirmando neste domingo que não há mudanças na política norte-americana em relação a intervenções no mercado.

Na semana passada o porta-voz da Casa Branca Tony Fratto disse que "não havia absolutamente nenhum plano ou discussão para interferir no funcionamento do mercado de capitais nos Estados Unidos".

"Sem mudanças", disse Fratto neste domingo, quando questionado se havia alguma alteração na postura da administração Bush.

O jornal britânico Sunday Telegraph informou que as ações de bancos dentro do grupo das sete nações mais industrializadas, ou G7, poderiam ser suspensas na segunda-feira, na medida em que os governos tentam conter a crise financeira que se espalha de forma global.

O G7 é formado pelos Estados Unidos, Alemanha, França, Japão, Canadá, Grã-Bretanha e Itália.

(Reportagem de Jeremy Pelofsky)