Bolsas de valores devem continuar abertas durante crise--WFE

domingo, 12 de outubro de 2008 15:35 BRT
 

LONDRES, 12 de outubro (Reuters) - A Federação Mundial de Bolsas (WFE na sigla em inglês) disse que as bolsas de valores devem permanecer abertas durante a crise financeira, rejeitando pedidos para que os negócios fossem suspensos em meio à piora da turbulência do mercado.

"Os líderes mundiais de bolsas de valores reafirmaram fortemente o princípio de que negociações com ações, e relacionadas a ações, devem continuar abertas durante este período", disse a WFE em um comunicado neste domingo, depois de uma reunião feita em Milão.

Massimo Capuano, presidente do WFE e executivo-chefe da bolsa italiana, disse: "Nós encorajamos reguladores globais a reconhecer os benefícios testados ao longo do tempo, de transparência, regulamentação balanceada e clareza de contrapartidas em mercados de valores".

O WFE disse que as bolsas devem continuar a funcionar devidamente durante a crise para disseminar preços, oferecer transparência de preços e fornecer liquidez para investidores.

A WFE é uma organização que reúne 56 das principais bolsas de valores do mundo, e o comunicado foi assinado por executivos da NYSE Euronext NYX.N NYX.PA, Nasdaq OMX Group (NDAQ.O: Cotações) London Stock Exchange (LSE.L: Cotações) e pelas principais bolsas em Xangai, Tóquio, e de outros lugares.

(Reportagem de Steve Slater)