Mercados asiáticos recuam com temor sobre crédito

segunda-feira, 12 de novembro de 2007 08:17 BRST
 

Por Jacqueline Wong

CINGAPURA (Reuters) - As bolsas de valores da Ásia fecharam a segunda-feira em queda influenciadas por preocupações com mais perdas de instituições financeiras com crédito e uma queda acentuada nos preços do petróleo.

O índice Nikkei da bolsa de TÓQUIO fechou em baixa de 2,48 por cento, a 15.197 pontos, no menor nível em 15 meses, depois que investidores fugiram de ações de companhias exportadoras por conta da alta do iene para o maior patamar em 18 meses contra o dólar.

As novas preocupações dos investidores com crédito estão relacionadas ao setor de hipotecas de alto risco dos Estados Unidos. Na sexta-feira, o Wachovia, quarto maior banco dos EUA, divulgou perda potencial de 1,7 bilhão de dólares com dívidas vinculadas a hipotecas de risco.

As ações do HSBC Holdings caíram 2,77 por cento em Hong Kong depois que o Sunday Telegraph informou que o banco deve revelar novo impacto de 1 bilhão de dólares quando divulgar seu resultado nesta semana. O impacto também seria relacionado ao setor hipotecário norte-americano.

"Está chegando a um ponto onde tudo parece assustador e em que é difícil confiar no que as instituições financeiras estão dizendo", disse um operador de uma grande corretora japonesa.

O índice MSCI exibia às 8h08 (horário de Brasília) queda de 3,48 por cento, a 533 pontos, caindo para o menor nível em sete semanas.

O mercado acionário chinês recuou depois que o banco central do país restringiu a política monetária no sábado, o que fez o índice da bolsa de XANGAI tombar 2,4 por cento nesta segunda-feira.

EM HONG KONG, o mercado se desvalorizou em 3,88 por cento e em TAIWAN houve queda de 3,35 por cento.

A bolsa de SEUL despencou 3,37 por cento e a de CINGAPURA registrou desvalorização de 2,46 por cento. Em SYDNEY, a bolsa caiu 1,38 por cento.

 
<p>A silhueta de um homem contra um quadro com cota&ccedil;&atilde;o de a&ccedil;&otilde;es, em T&oacute;quio. As bolsas de valores da &Aacute;sia fecharam a segunda-feira em queda influenciadas por preocupa&ccedil;&otilde;es com mais perdas de institui&ccedil;&otilde;es financeiras com cr&eacute;dito e uma queda acentuada nos pre&ccedil;os do petr&oacute;leo. Photo by Toru Hanai</p>