Medvedev liga para Solana e anuncia fim de operações na Geórgia

terça-feira, 12 de agosto de 2008 07:36 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - O presidente russo Dmitry Medvedev disse à União Européia na terça-feira que ordenou a suspensão das operações militares na Geórgia, informou uma porta-voz do chefe de política internacional do bloco, Javier Solana.

"Medvedev, em uma conversa por telefone, confirmou ao sr. Solana que ordenou a suspensão das operações militares. A conversa por telefone acabou agora há pouco", disse à Reuters a porta-voz Cristina Gallach.

"O sr. Solana aprova essa decisão. Ele relembrou a importância da paz e da estabilidade na região e expressou que a UE está pronta para contribuir ativamente para uma solução para a crise."

O bloco de 27 países tem pedido um cessar fogo imediato e exigiu que a Rússia respeite a integridade territorial da Geórgia, mas recusou-se a culpar um dos lados do conflito, que irrompeu na semana passada na região separatista georgiana da Ossétia do Sul.

Medvedev fez o anúncio no momento em que o presidente francês, Nicolas Sarkozy, que tem a Presidência rotativa da UE, chega a Moscou para tentar mediar a situação.

No entanto, Medvedev ressaltou que a suspensão total do conflito militar com a Geórgia só acontecerá sob duas condições:

"Podemos discutir uma decisão definitiva caso duas condições sejam cumpridas", disse o presidente russo antes de reunir-se com Sarkozy.

"Primeiro, as tropas georgianas devem retornar à posição inicial e serem parcialmente desmilitarizadas. Segundo, precisamos assinar um acordo conjunto de não-uso da força."

Os ministros das Relações Exteriores da UE farão um encontro de emergência em Bruxelas, na quarta-feira, para discutir a crise.

(Por Paul Taylor)