BOLSA ÁSIA-Preocupação com desaquecimento pesa e mercados caem

terça-feira, 12 de agosto de 2008 08:52 BRT
 

Por Kevin Plumberg

HONG KONG, 12 de agosto (Reuters) - As principais bolsas asiáticas tiveram uma terça-feira de queda, apesar dos preços do petróleo terem recuado em cinco das últimas seis sessões e da alta das ações de empresas exportadoras e montadoras.

A possibilidade de aprofundamento do processo de desaceleração econômica pesava no humor do mercado, particularmente depois que dados mostraram que a inflação no atacado do Japão atingiu o maior nível em 27 anos.

Às 8h44 (horário de Brasília) o índice MSCI da Ásia Pacífico exceto Japão .MIAPJ0000PUS tinha queda de 0,93 por cento, aos 402 pontos.

Na semana passada os sinais de desaquecimento se espalhando pela Europa e Japão ofuscaram os temores de inflação e elevaram as chances de uma queda nas taxas de juros para estimular o crescimento.

O índice Nikkei .N225 da bolsa de Tóquio fechou com queda de 0,95 por cento, aos 13.303 pontos, puxados pelos papéis da Fast Retailing (9983.T: Cotações).

Os preços no atacado japonês subiram 7,1 por cento em julho, no acumulado anual, o ritmo mais intenso desde janeiro de 1981.

"A atual alta nos preços não é proveniente de uma forte demanda, assim haverá uma queda nas atividades empresariais domésticas. Isso é negativo para a economia japonesa", afirmou Takeshi Minami, economista-chefe no Norinchukin Research Institute.

O índice Hang Seng .HSI da bolsa de Hong Kong perdeu 1,0 por cento, para 21.640 pontos. Na Coréia do Sul .KS11 a bolsa recuou 0,25 por cento, a 1.577 pontos.

O mercado australiano .AXJO não acompanhou a tendência da região e subiu 0,55 por cento, aos 5.053 pontos.