12 de Março de 2008 / às 21:09 / em 10 anos

BOVESPA-Investidor embolsa lucros no final e índice cai 0,3%

(Texto atualizado com mais informações e fechamento oficial da Bovespa)

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO, 12 de março (Reuters) - Em dia de volatilidade persistente, mas moderada, a Bolsa de Valores de São Paulo fechou o pregão desta quarta-feira em leve queda, acompanhando o movimento de realização de lucros que atingiu Wall Street.

O Ibovespa .BVSP cedeu 0,31 por cento, para 62.176 pontos. O volume financeiro de negócios atingiu 5,3 bilhões de reais.

Segundo especialistas, os negócios desta quarta-feira ainda foram grandemente influenciados pelo pacote de 200 bilhões de dólares anunciado pelo Federal Reserve na terça-feira, em parceria com bancos centrais de outros países, para injetar liquidez nos bancos atingidos pela crise imobiliária nos Estados Unidos.

A medida, que já levara os índices das bolsas de Wall Street ao melhor desempenho diário em cinco anos, seguiu dando fôlego para novas compras de ações nas primeiras horas de negócios desta quarta-feira.

Ao longo do dia, no entanto, a avaliação sobre os efeitos práticos do pacote ganhou análises mais críticas. O Merrill Lynch se apressou em dizer, em relatório, que o socorro do Fed não será suficiente para fazer frente aos efeitos da crise.

Diante disso, o anúncio de que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 5,4 por cento em 2007, o melhor resultado anual desde 2004, ficou em segundo plano, segundo Newton Rosa, economista-chefe da SulAmerica Investimentos.

“Essa era um informação já prevista por grande parte do mercado”, afirmou.

Na bolsa paulista, boa parte das perdas foi registrada pelo setor financeiro, a exemplo do que ocorreu nas bolsas norte-americanas. As ações preferenciais do Itaú ITAU4.SA puxaram a fila com baixa de 3,5 por cento, cotadas a 41,41 reais. As units do Unibanco UBBR11.SA recuaram 2,5 por cento, valendo 21,65 reais.

Como contrapeso, os ativos das fabricantes de aço resistiram ao embolso de ganhos e subiram. As ações preferenciais da Usiminas (USIM5.SA) avançaram 2,1 por cento, a 102,50, enquanto as preferenciais da Gerdau (GGBR4.SA) subiram 1,8 por cento, a 55,20 reais.

Entre os papéis de maior peso na composição do Ibovespa, as ações da Vale (VALE5.SA) caíram 0,39 por cento a 48,30 reais e as da Petrobras (PETR4.SA) tivem queda de 0,49 por cento, negociadas a 79,32 reais.

Edição de Cláudia Pires

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below