12 de Agosto de 2008 / às 17:56 / 9 anos atrás

EUA sancionam cinco grupos iranianos por trabalhos nucleares

WASHINGTON (Reuters) - O Tesouro dos Estados Unidos impôs nesta terça-feira sanções contra mais cinco entidades iranianas que supostamente teriam apoiado ou fornecido materiais para os programas nuclear e de mísseis do Irã.

O Tesouro disse que as entidades, designadas como proliferadoras de armas de destruição em massa, são controladas ou agem a favor de entidades iranianas responsáveis pelo enriquecimento de urânio, trabalhos de desenvolvimento nuclear e programas de mísseis balísticos.

Na lista de sanções do Tesouro estavam entidades como o Centro de Pesquisa Nuclear para a Agricultura e Medicina em Karaj, e o Centro de Pesquisa e Produção de Combustível Nuclear de Eshfahan. A medida proíbe americanos de negociar com estes grupos e congela qualquer ativo que poderiam possuir sob a jurisdição dos Estados Unidos.

Potências ocidentais temem que o governo de Teerã queira construir uma bomba atômica. O Irã diz que procura apenas dominar a energia nuclear para gerar energia elétrica.

“Estas entidades nucleares e de mísseis foram usadas pelo Irã para esconder sua conduta ilícita e para promover suas perigosas ambições nucleares”, disse Stuart Levey, subsecretário do Tesouro para terrorismo e inteligência financeira.

“Instituições financeiras e empresas responsáveis no mundo todo estão dando passos para evitar de fazer negócios com entidades nucleares e de mísseis iranianas, assim como as companhias utilizadas pelo regime iraniano para disfarçar suas atividades”, disse Levey em um comunicado.

As novas medidas vêm em um momento em que Estados Unidos, Grã-Bretanha, França e Alemanha estão considerando impor sanções econômicas mais amplas, além das diretrizes que provavelmente serão consideradas na próxima rodada de sanções da Organização das Nações Unidas.

Uma autoridade britânica disse na última sexta-feira que as áreas consideradas podem incluir o setor de gás natural liquefeito, investimentos em petróleo e gás, produtos refinados importados, resseguro e outras áreas financeiras.

Reportagem de David Lawder

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below