LLX assina acordo de transporte com Ferrovia Centro Atlântica

terça-feira, 12 de agosto de 2008 16:25 BRT
 

SÃO PAULO, 12 de agosto (Reuters) - A LLX Açu Operações Portuárias, subsidiária da LLX Logística LLXL3.SA, anunciou nesta terça-feira a assinatura de um acordo com a Ferrovia Centro Atlântica (FCA), da Vale (VALE5.SA: Cotações), que regulará o transporte de cargas da empresa entre as regiões de Belo Horizonte (MG) e Campos dos Goytacazes e o Porto do Açu (RJ).

O contrato de transporte de longo prazo regulará "a prestação pela FCA de serviço de transporte ferroviário de cargas da LLX e de seus clientes e/ou parceiros comerciais", a partir do Porto do Açu ou destinados a ele, disse a empresa em um comunicado.

O transporte será feito, ainda segundo a nota, através de trechos da FCA existentes na região de Belo Horizonte e de um novo ramal ferroviário, que será construído para ligar Campos dos Goytacazes (RJ) e o porto.

Além disso, foram assinados contratos específicos sobre investimentos para melhorias dos trechos e a aquisição de trens, que poderão ser realizados pelas duas empresas.

"O acordo contribui para a criação de um novo corredor logístico para a importação e exportação, a partir da integração do Porto do Açu com a malha ferroviária da FCA", disse a LLX no comunicado.

"O acordo contempla, ainda, volumes anuais que as partes se comprometem a transportar, incluindo a movimentação de diversos produtos, como minerais, carvão, produtos siderúrgicos, carga geral e granéis líquidos e sólidos."

Segundo a LLX, o acordo deverá resultar no transporte anual de 29 milhões de toneladas cinco anos depois do início da integração.

"A implementação do acordo está condicionada à viabilidade técnica, econômica e financeira da implantação do Projeto do Novo Corredor de Importação e Exportação e da viabilidade econômica e financeira da realização dos investimentos."

A LLX informou que serão realizados estudos a esse respeito para serem posteriormete submetidos à aprovação das partes.

(Por Fabio Murakawa; edição de Roberto Samora)