Vendas no varejo da China sobem 18,8% em novembro

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007 07:47 BRST
 

Por Zhou Xin e Alan Wheatley

PEQUIM (Reuters) - As vendas no varejo da China saltaram 18,8 por cento em novembro, na comparação com o mesmo período do ano passado, o ritmo mais forte já registrado.

A aceleração dos gastos, que subiram 18,1 por cento em outubro, está em linha com os planos do governo de reequilibrar a economia por meio da promoção do consumo, reduzindo a dependência de investimentos e exportações.

"Isso é importante dentro do grande esquema porque reflete o que está se tornando mais e mais o rumo político determinado pelas autoridades regionais de tentar promover o aumento da demanda doméstica", afirmou Dwyfor Evans, economista do State Street Global Markets, em Hong Kong.

O aumento nas venda do varejo foi o maior registrado pelo governo desde que os dados começaram a ser coletados, em 1999.

Os dados são expressos em termos nominais, portanto, refletem a inflação anual de 6,9 por cento de novembro, a maior alta em 11 anos.