CÂMBIO-Dólar sobe após reação negativa a novo juro dos EUA

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007 10:31 BRST
 

SÃO PAULO, 12 de dezembro (Reuters) - O dólar operava em alta nesta quarta-feira, se ajustando às reações negativas dos mercados financeiros após a decisão do Federal Reserve em cortar a taxa de juro em apenas 0,25 ponto percentual.

Às 10h26, a moeda norte-americana BRBY subia 0,80 por cento, a 1,772 real. Na véspera, o dólar caiu 0,45 por cento em meio à expectativa pelo anúncio do Fed, que só foi realizado após o fechamento do mercado de câmbio.

A maioria dos analistas já esperava uma redução na taxa de juro do Fed, mas parte do mercado acreditava em um corte mais ousado, de 0,50 ponto percentual.

O mercado também reagiu de forma negativa ao corte de 0,25 ponto percentual na taxa de redesconto, que é usada nos empréstimos que os bancos tomam diretamente do Fed.

"O mercado (de câmbio) abriu refletindo as bolsas lá de fora, (que caíram) devido ao corte de só 0,25 por cento", disse Gerson de Nobrega, gerente da tesouraria do Banco Alfa de Investimento. "E, para hoje... o mercado (fica) atento ao cenário externo."

O Fed já reduziu a taxa básica de juro em 1 ponto percentual desde setembro, em uma tentativa de superar a crise do setor de hipotecas de alto risco (subprime) e o aperto nos mercados de crédito.

Nobrega acrescentou que o mercado de câmbio deve ficar de olho nos próximos dias em possíveis entradas de dólares para operações na bolsa de valores, como a oferta de ações do Banco do Brasil.

Ele destacou que alguns índices podem influenciar o mercado, principalmente os dados de inflação e atividade que serão divulgados na sexta-feira nos Estados Unidos.

(Por Fabio Gehrke; Edição de Alexandre Caverni)