JURO-Maioria das projeções sobe atenta a impulso final do dólar

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007 16:37 BRST
 

SÃO PAULO, 12 de dezembro (Reuters) - As projeções de juros acompanharam o impulso do dólar no final desta quarta-feira e a maioria dos contratos de depósito interfinanceiro (DI) encerrou em alta.

Uma ação coordenada de grandes bancos centrais, incluindo o Federal Reserve e o Banco Central Europeu (BCE), para dar liquidez ao mercado animou os investidores no início da tarde.

O dólar chegou a cair frente ao real e o principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo teve um repique. Mas o ânimo perdeu força.

No fechamento, a moeda norte-americana subiu 0,91 por cento, para 1,774 real.

Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o DI janeiro de 2009 avançou de 11,74 para 11,82 por cento. O DI janeiro de 2010 subiu de 12,38 para 12,44 por cento.

O Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre, divulgado nesta manhã, mostrou crescimento acima do esperado mas impulsionado por investimentos.

A notícia é boa para o Banco Central, porque reduz os temores de que a produção da economia não seja capaz de atender a crescente demanda, gerando pressões inflacionárias. Mas analistas apontam que o tom de cautela do BC deve ser mantido no curto prazo devido aos preços mais altos dos alimentos.

No mercado aberto, o BC recolheu 8,715 bilhões de reais das instituições. Os recursos serão devolvidos em um dia, remunerados por taxa equivalente a 11,20 por cento ao ano.

(Por Daniela Machado; Edição de Alexandre Caverni)