Wall Street sobe com ajuda de ações de energia e 3M

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007 20:15 BRST
 

Por Kristina Cooke

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em alta nesta quarta-feira, graças à forte previsão de lucro da 3M para 2008 e ao bom desempenho de ações de energia.

Apesar disso, investidores mostraram preocupações de que o plano do Federal Reserve e de outros bancos centrais para aliviar tensões causadas pelo aperto do crédito não seja uma solução universal para o combalido setor financeiro.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, subiu 0,31 por cento, a 13.473 pontos. O Standard & Poor's 500 teve alta de 0,61 por cento, para 1.486 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq avançou 0,71 por cento, para 2.671 pontos.

A medida surpresa do Fed e de outros bancos centrais de oferecer instrumentos para aumentar a liquidez no sistema financeiro foi inicialmente vista com entusiasmo por Wall Street, gerando fortes ganhos no mercado acionário no início da sessão. O otimismo, porém, deu lugar à preocupação com a saúde dos bancos na última hora do pregão em Nova York.

"O mercado originalmente reagiu de forma positiva porque estava preocupado que o Fed, ontem, não havia fornecido liquidez suficiente. Mas então se tem uma série de más notícias dos bancos, e o setor caiu", disse Jim Awad, chairman do W.P. Stewart, em Nova York.

Na terça-feira, o Fed reduziu a taxa básica de juro e a taxa de redesconto dos EUA em 0,25 ponto percentual. Alguns no mercado esperavam redução maior.

Nesta quarta-feira, as ações da 3M, fabricante de uma grande variedade de produtos, subiram 2,37 por cento, a 86,66 dólares. A companhia informou que espera crescimento de dois dígitos nas vendas e no lucro no ano que vem.

Ações de empresas do setor energético também se valorizaram, após o petróleo ter subido mais de 4 dólares o barril depois que dados mostraram queda nos estoques da commodity nos EUA na semana passada. Exxon Mobil, por exemplo, teve alta de 1,82 por cento, para 91,92 dólares.