Líder da oposição paquistanesa, Bhutto é presa antes de protesto

segunda-feira, 12 de novembro de 2007 18:38 BRST
 

LAHORE, Paquistão (Reuters) - A polícia do Paquistão prendeu a líder de oposição Benazir Bhutto por sete dias no começo da terça-feira (horário local), informaram policiais e seu partido, horas antes de ela liderar um grande protesto contra o estado de emergência decretado pelo presidente Pervez Musharraf.

"Nós mandamos o mandado (de detenção) lá para dentro e não tivemos ainda uma resposta", disse o chefe da polícia de Lahore, Aftab Cheema, à Reuters, na barreira que bloqueia o acesso à casa onde está Bhutto.

Uma autoridade do partido de Bhutto confirmou que o mandado foi cumprido.

A detenção surge horas antes de Bhutto liderar um protesto de 3 a 4 dias com carros de Lahore até Islamabad contra o estado de exceção que Musharraf impôs em 3 de novembro e contra as prisões de centenas de oponentes.

(Por Kamran Haider)