Produção de fábricas na China desacelera mais que o previsto

quinta-feira, 13 de março de 2008 07:35 BRT
 

Por Jason Subler e Alan Wheatley

PEQUIM (Reuters) - A produção das fábricas na China desacelerou mais que o esperado no primeiro bimestre do ano, diante da campanha de aperto monetário do governo e de nevascas no país.

O crescimento anual da produção em janeiro e fevereiro recuou para 15,4 por cento, ante 17,4 por cento em dezembro. É o menor ritmo desde dezembro de 2006. Analistas previam expansão de 16,8 por cento

A desaceleração coincide com uma apreciação mais rápida do iuan nos últimos meses que, juntamente com o desaquecimento da economia global, pode afetar a demanda externa por produtos feitos na China.

O banco central chinês deixou o iuan subir até 7,0950 por dólar nesta quinta-feira, o nível mais alto desde que foi deixado o atrelamento a um dólar, em julho de 2005.

"A queda (na produção) está obviamente ligada à temperatura, em certa medida, mas se você olhar a tendência ela vem caindo nos últimos meses em relação ao ano passado", disse Dwyfor Evans, economista do State Street Global Markets, em Hong Kong.

 
<p>Mulher trabalha na linha de produ&ccedil;&atilde;o de len&ccedil;os para a exporta&ccedil;&atilde;o em Shaoxing, na China. A produ&ccedil;&atilde;o das f&aacute;bricas do pa&iacute;s  desacelerou mais que o esperado no primeiro bimestre do ano, diante da campanha de aperto monet&aacute;rio do governo e de nevascas. Photo by Aly Song</p>