BOLSA EUROPA-Setor financeiro lidera baixas, petróleo em foco

quinta-feira, 13 de março de 2008 09:04 BRT
 

Por Ana Nicolaci da Costa

LONDRES, 13 de março (Reuters) - Os mercados europeus operavam em queda nesta quinta-feira com as altas no preço do petróleo ameaçando lucro de empresas, enquanto bancos caíam com investidores voltando à realidade após a euforia de dois dias provocada pela atuação conjunta do Federal Reserve com outros bancos centrais.

Às 9h01 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3, que engloba as principais ações da Europa, tinha queda de 1,97 por cento, para 1.259 pontos, primeira queda após os dois dias de rali impulsionado pelas medidas dos grandes bancos centrais do mundo para injetar liquidez no mercado.

O UniCredit (CRDI.MI: Cotações), terceiro maior banco da Europa, tinha queda de 6 por cento depois de divulgar lucro ligeiramente abaixo do esperado para 2007. O banco afirmou que sua exposição ao 'subprime' dos EUA era de "meros" 164 milhões de euros em dezembro.

O setor bancário novamente é o que mais influencia negativamente o FTSEurofirst 300, com o UBS UBSN.VX caindo 4,8 por cento, o Barclays (BARC.L: Cotações) perdendo 3,4 por cento e o Commerzbank (CBKG.DE: Cotações) se desvalorizando em 5,3 por cento.

"Havia algo por trás do rali, mas não estou surpreso de que ele esteja se desfazendo novamente, mostrando a falta de confiança nos mercados no momento", afirmou Jimmy Yates, operador na CMC Markets. "Apesar dessas coisas sendo feitas, o panorama ainda não aponta um bom futuro...por isso não estou surpreso em ver as pessoas realizando lucros."

Dados mostrando que a economia dos Estados Unidos está à beira de uma recessão pressionavam mais o setor financeiro, que já sofre com bilhões de dólares em baixas contábeis relacionadas à crise no mercado imobiliário de alto risco (subprime) nos Estados Unidos.

A Kazakhmys (KAZ.L: Cotações) também caía, 4,2 por cento, depois que a produtora de cobre afirmou ter recebido proposta de aquisição da rival Eurasian Natural Resources ENRC.L, que havia afirmado na véspera que podia estar interessada na empresa.

A Rio Tinto (RIO.L: Cotações) caía 2,5 por cento e a BHP Billiton (BLT.L: Cotações) recuava 3,3 por cento, com temores de crescimento pesando no setor de mineração.   Continuação...