Petróleo gira em torno dos US$93 antes de dados dos EUA

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008 10:57 BRST
 

LONDRES, 13 de fevereiro (Reuters) - O preço do petróleo era negociado em torno dos 93 dólares o barril nesta quarta-feira, já que a preocupação com a medida tomada pela Venezuela de suspender os envios para a gigante norte-americana Exxon Mobil foi ofuscada por um esperado aumento de estoques da commodity no maior país consumidor.

O petróleo nos Estados Unidos CLc1 operava perto da estabilidade, a 92,71 dólares o barril por volta das 10h51, com leve baixa, enquanto o Brent, em Londres LCOc1, ganhava 19 centavos, a 93,05 dólares.

Na terça-feira, o presidente venezuelano, Hugo Chávez, ordenou o corte das exportações de petróleo para a Exxon Mobil (XOM.N: Cotações), em resposta à vitória da companhia na Justiça que obrigou o congelamento de 12 bilhões de dólares em ativos venezuelanos no exterior, para compensar a nacionalização de um projeto de petróleo da Exxon em 2007.

"Eu creio que esses preços refletem o curto prazo, mas não vejo essas condições como algo que se manterá por muito tempo", disse Kaname Gokon, vice-diretor geral do setor de pesquisa da Okato Shoji Co.

Os principais produtores de petróleo do mundo garantiram aos Estados Unidos que podem cobrir uma interrupção considerável se a Venezuela suspender as exportações, disse na terça-feira à Reuters um funcionário do governo norte-americano.

Segundo pesquisa feita pela Reuters entre analistas, os estoques de petróleo teriam subido na semana passada 2,7 milhões de barris, o quinto incremento consecutivo. O governo dos EUA divulga os dados nesta quarta-feira.

(Reportagem de James Topham e Tokio e Randy Fabi)

REUTERS DL RS