RPT-PETROBRAS descobre nova jazida de óleo leve em SP

sexta-feira, 13 de junho de 2008 07:27 BRT
 

(Repete texto publicado na noite de quinta-feira)

SÃO PAULO, 13 de junho (Reuters) - A Petrobras (PETR4.SA: Cotações) informou na quinta-feira que encontrou óleo leve em uma nova jazida, em águas ultraprofundas, na Bacia de Santos, com densidade em torno de 28 graus API nos reservatórios do pré-sal.

O bloco BM-S-9, composto por duas áreas exploratórias, é formado por um consórcio entre a estatal brasileira (45 por cento), mais BG Group (30) e Repsol YPF (25).

O poço recebeu o nome de Guará, de acordo com comunicado da Petrobras à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), e se encontra a cerca de 310 quilômetros da costa paulista, em lâmina d'água de 2.141 metros. O poço ainda está sendo perfurado em busca de objetivos mais profundos, diz a estatal.

"Após a conclusão do poço, o consórcio dará continuidade às atividades e investimentos necessários para a verificação das dimensões da jazida e das características dos reservatórios de petróleo", afirma a Petrobras no comunicado.

A estatal afirmou que a descoberta foi provada por meio de amostragem de óleo por teste a cabo, em reservatórios localizados em profundidade de aproximadamente 5 mil metros.

Em novembro passado, a Petrobras estimou as reservas no gigantesco campo de Tupi, também na Bacia de Santos, entre 5 bilhões e 8 bilhões de barris --o que o tornaria uma das maiores descobertas petrolíferas nos últimos 20 anos.

Geólogos dizem que o potencial pré-sal do Brasil poderia ser de mais de 70 bilhões de barris, mas especialistas avaliam que a produção pode ser tecnicamente desafiadora e cara, em parte porque o movimento do sal exige escoamento reforçado. A produção acima da camada de sal é mais fácil.

(Reportagem de Maurício Savarese; Edição de Tatiana Ramil)