Irã resolverá questões nucleares em um mês, diz agência da ONU

domingo, 13 de janeiro de 2008 11:41 BRST
 

VIENNA (Reuters) - O Irã concordou em esclarecer em um mês as questões pendentes sobre seu programa nuclear, informou a Agência Internacional de Energia Atômica no domingo, resumindo os resultados das negociações feitas em Teerã.

Em um comunicado divulgado após o retorno do Irã do chefe da agência da ONU, Mohamed ElBaradei, as autoridades do órgão afirmaram que oficiais iranianos também deram informações sobre seus trabalhos para desenvolver uma centrífuga avançada que enriquece urânio de forma mais rápida.

ElBaradei encontrou-se com líderes importantes do Irã em dois dias para conseguir a cooperação do país em um longo inquérito sobre seu histórico nuclear e sobre sua expansão atual, do qual países do Ocidente suspeitam que seja para criar bombas atômicas.

O Irã, após anos dificultando o acesso ao seu programa nuclear, o que acabou levando a sanções da Organização das Nações Unidas (ONU), concordou em agosto em esclarecer questões sobre seu passado nuclear, em um processo chamado de "plano de trabalho". Mas, no final de um ano, questões continuaram pendentes.

"Um acordo foi fechado na agenda de implementação de todas as questões de verificação pendentes no plano de trabalho. De acordo com a agenda, a implementação do plano de trabalho deve ser completada nas próximas quatro semanas", disse a agência em comunicado.

Segundo o comunicado, ElBaradei também tentou impressionar o Irã com a necessidade de permitir inspeções mais amplas pelo protocolo adicional da agência nuclear, além de outras medidas exigidas pelo Conselho de Segurança da ONU para provar que seu enriquecimento de urânio é apenas para gerar eletricidade e não bombas.

(Por Mark Heinrich)

 
<p>O supremo l&iacute;der aiatol&aacute; Ali Khamenei se encontra com o chefe da AIEA, Mohamed ElBaradei. O Ir&atilde; concordou em esclarecer em um m&ecirc;s as quest&otilde;es pendentes sobre seu programa nuclear, informou a Ag&ecirc;ncia Internacional de Energia At&ocirc;mica no domingo. 12 de janeiro. Photo by Stringer</p>