CONSOLIDA-Vendas no varejo dos EUA caem, preço de importado sobe

quarta-feira, 13 de agosto de 2008 12:55 BRT
 

Por Glenn Somerville

WASHINGTON, 13 de agosto (Reuters) - As vendas no varejo nos Estados Unidos caíram 0,1 por cento em julho, com uma grande queda no mercado de automóveis, informou o governo norte-americano nesta quarta-feira em um relatório que sugeriu que os consumidores estão tendo dificuldade para manter os gastos num ambiente de aumento dos preços.

Um outro relatório mostrou um salto maior que o esperado nos preços de importados, ressaltando a pressão que o petróleo está exercendo sobre a economia. Nos últimos 12 meses, os preços de importados aumentaram 21,6 por cento --a maior alta em 26 anos.

A queda das vendas no varejo, divulgada pelo Departamento de Comércio, foi a primeira desde fevereiro e indicou que o estímulo do governo aos gastos está perdendo força.

As vendas de automóveis caíram 2,4 por cento, a maior queda desde abril, e 10,5 por cento na comparação com um ano atrás.

"Esses dados são compatíveis com nossa fraca previsão para o consumo na segunda metade de 2008", disse Joseph Brusuelas, economista-chefe da Merk Investments.

"Num ambiente de aperto do crédito, o mercado de trabalho deteriorado e os preços elevados agirão como um importante obstáculo ao consumo."

Os preços de importados aumentaram 1,7 por cento em julho, segundo o Departamento de Trabalho. Os preços do petróleo subiram 4,0 por cento frente a junho e estão 79,2 por cento mais altos que em julho de 2007, enquanto os preços de importados não ligados a petróleo avançaram 0,9 por cento pelo segundo mês consecutivo.

"Há um potencial de inflação fora do petróleo e os mercados de crédito estão um pouco apreensivos, esperando a propagação da alta dos preços dos alimentos e da energia", disse Gary Thayer, economista sênior da Wachovia Securities, em St. Louis.   Continuação...