BOLSA EUROPA-Bancos e petrolíferas pressionam mercados

terça-feira, 13 de maio de 2008 09:34 BRT
 

Por Toni Vorobyova

LONDRES, 13 de maio (Reuters) - As principais bolsas européias operavam em queda na manhã desta terça-feira, conforme a alta inflação no Reino Unido impactava nas ações enquanto petrolíferas são pressionadas por recuo no preço do petróleo.

A saúde do setor bancário se mantém em foco, com o Credit Agrícole (CAGR.PA: Cotações) anunciando baixas contábeis relacionadas a aumento de capital e a Alliance & Leicester ALLL.L sendo impactada por um ativos afetados pela crise de crédito. As ações do Credit despencavam mais de 5 por cento e as da Alliance afundavam 10,5 por cento.

Às 9h31, o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3, que acompanha as principais empresas da Europa, recuava 0,06 por cento, a 1.341 pontos.

O índice britânico FTSE 100 .FTSE caía cerca de 0,69 por cento depois que dados mostraram que a inflação no Reino Unido disparou 3 por cento em abril, o que reduziu as expectativas sobre um corte de juros no curto prazo pelo Banco da Inglaterra.

Há ainda a preocupação de que as pressões inflacionárias possam evitar que o BC inglês faça o que for preciso para ajudar a economia e o mercado de moradias.

"Você pode ver a questão do Banco da Inglaterra -- eles observam uma fraqueza corrente nos preço das moradias e eles gostariam de fazer algo a respeito, reduzindo os juros, mas suas mãos estão atadas (pela inflação)", afirmou Bernard McAlinden, estrategista de investimentos na NCB Stockbrokers, em Dublin.

"Se há algo que limita o quão as ações podem se valorizar são números como esses que vimos no Reino Unido hoje, será a inflação."

Ações do setor de energia eram as que mais pesavam nas bolsas européias, com o preço do petróleo recuando ante as altas recordes do dia anterior.   Continuação...