Para Miguel Jorge, saída de Marina foi "cansaço natural"

terça-feira, 13 de maio de 2008 19:56 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - Os ministros Miguel Jorge (Desenvolvimento, Indústria e Comércio) e Reinhold Stephanes (Agricultura) lamentaram na terça-feira o pedido de demissão de Marina Silva do Ministério do Meio Ambiente.

"Não é fácil ser ministro do Meio Ambiente em um país como o Brasil, onde é tão difícil se ter o controle sobre o território", disse Miguel Jorge a jornalistas. "Não acredito que sua saída irá alterar as exigências feitas na área ambiental, porque o Ibama e a ministra sempre seguiram a lei."

"Atribuo a sua saída a um cansaço natural. Não acho que seja bom que ela saia em um momento em que você tem discussões difíceis na área como a da reserva Raposa Serra do Sol, sobre desmatamento, e a absolvição do mandante do crime da missionária norte-americana."

O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, divulgou nota em que lamenta a saída da colega e reconhece "o papel significativo de Marina Silva na defesa das causas ambientais do país".

(Reportagem de Isabel Versiani)