Fundo soberano poderá aliviar alta do real, diz Mantega

terça-feira, 13 de maio de 2008 18:37 BRT
 

BRASÍLIA, 13 de maio (Reuters) - O fundo soberano brasileiro pode ajudar a amenizar a pressão de valorização real já que este enxugará parte da enxurrada de dólares que entra no país, disse o ministro da Fazenda, Guido Mantega, nesta terça-feira.

O governo não planeja aumentar sua meta do superávit primário de 3,8 por cento do Produto Interno Bruto para capitalizar o fundo, mas o que ultrapassar essa taxa poderá ser alocado no fundo, disse Mantega.

O governo ainda não definiu o tamanho do fundo, mas planeja usá-lo para aumentar o rendimento de seus ativos em dólar, criar uma poupança pública e financiar a expansão de empresas brasileiras no exterior.

Mantega afirmou que o fundo pode comprar ações e títulos de empresas brasileiras e pode investir em ativos não líquidos.

"Este fundo vai matar vários coelhos de uma vez só, não tem uma finalidade só", disse ele em coletiva.

Dados divulgados no último mês mostram que o superávit primário, que exclui pagamentos de juros da dívida, atingiu 4,46 por cento do PIB nos 12 meses até março.

(Reportagem de Ana Nicolaci da Costa)