November 14, 2007 / 9:38 AM / in 10 years

PANORAMA1-Varejo e inflação animam véspera de feriado

4 Min, DE LEITURA

Por Juliana Siqueira

SÃO PAULO, 14 de novembro (Reuters) - Quem esperava um dia calmo na véspera do feriado pode esquecer. O dia é cheio de números importantes, principalmente nos Estados Unidos, e tem ainda discurso do chairman do Federal Reserve. A boa notícia é que tudo sai na primeira metade do dia.

A manhã abre com foco no Brasil, quando saem o IGP-10 e as vendas no varejo. Os dados podem ajudar nas apostas quanto à trajetória do juro brasileiro, depois que o Banco Central interrompeu na última reunião uma sequência de 18 reduções seguidas e disse que prudência e cautela pautariam os próximos encontros.

Se o IGP-10 seguir as primeiras prévias de outros indicadores de novembro, deve desacelerar. Já o relatório do varejo é de setembro, o que diminui um pouco a expectativa em torno dele, mas não deixa de ser relevante.

Analistas esperam que as vendas no varejo tenham avançado em média 0,7 por cento na comparação mês a mês e 7,5 por cento na comparação anual.

Os dados brasileiros saem a partir das 9h e o mercado terá um tempinho para respirar. Às 11h30 o foco se volta para os Estados Unidos, quando saem vendas do varejo e preços no atacado.

Como o gasto do consumidor é crucial para a economia norte-americana e o Natal se aproxima, números que mostrem força da demanda serão valiosos para o mercado. Analistas esperam alta de 0,2 por cento nas vendas do varejo em outubro e de 0,3 por cento excluindo automóveis.

É bom lembrar que os relatórios saem um dia depois de forte rali em Wall Street, mas como as perdas acumuladas em novembro eram grandes, o mercado pode até ter força para ampliar o movimento.

O chairman do Fed, Ben Bernanke, fala às 12h10 (horário de Brasília) em conferência do Cato Institute. Espaço para perguntas e respostas é esperado, mas como ele prestou depoimento ao Congresso na semana passada, a expectativa por novidades é baixa.

Para ler a agenda do dia, clique [nN14607546]

Veja como encerraram os principais mercados na terça-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,767 real, em baixa de 0,62 por cento. O volume do segmento interbancário foi de 4,059 bilhões de dólares.

Bolsa .Bvsp

O Ibovespa declinou 2,28 por cento, a 62.927 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 6,4 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em forte alta de 8,37 por cento, aos 36.431 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) tiveram fechamento misto na BM&F. O DI janeiro de 2009 caiu a 11,58 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 fechou a 12,01 por cento.

Global 40 braglb40=Rr

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 133,8 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,58 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil caía 1 ponto, a 201 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 221 pontos-básicos.

Bolsas Dos Eua

O índice Dow Jones .DJI teve variação positiva de 2,46 por cento, a 13.307 pontos. O Nasdaq .IXIC subiu 3,46 por cento, para 2.673 pontos. O índice S&P 500 .SPX exibiu ganho de 2,91 por cento, aos 1.481 pontos.

Treasuries De 10 Anos us10yt=Rr

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, tinha perda e o rendimento subia para 4,3 por cento no final da tarde.

Reportagem adicional de Silvio Cascione e Angela Bittencourt; Edição de Renato Andrade

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below