Rússia: EUA devem escolher entre Moscou e Geórgia

quarta-feira, 13 de agosto de 2008 15:44 BRT
 

MEIENDORF CASTLE, Rússia (Reuters) - O ministro das Relações Exteriores da Rússia disse na quarta-feira que os Estados Unidos devem se decidir entre uma parceria com Moscou ou com a liderança georgiana, à qual descreveu como "projeto virtual".

"Nós entendemos que a atual liderança georgiana é um projeto especial dos Estados Unidos, mas um dia os Estados Unidos terão de se decidir entre defender seu prestígio sobre um projeto virtual ou uma parceria real que requer ação conjunta", disse Sergei Lavrov a repórteres.

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, exigiu na quarta-feira que a Rússia resolva a crise com a Geórgia e disse que despacharia aviões norte-americanos com suprimentos humanitários para o país.

Mas Lavrov, falando a repórteres em sua residência oficial nas proximidades de Moscou, criticou Washington pelo "jogo perigoso" que faz no Cáucaso, apoiando o presidente georgiano Mikheil Saakashvili.

"O discurso de Bush não disse nada sobre como a Geórgia foi armada todos estes anos, inclusive pelos próprios Estados Unidos", disse o ministro.

"Avisamos mais de uma vez aos nossos parceiros que este é um jogo perigoso. (O discurso de Bush) não disse nada sobre o que aconteceu no dia 8 de agosto, quando os líderes ocidentais fizeram silêncio quando Tskhinvali foi alvo de pesados bombardeios", disse Lavrov.

"A elite política ocidental se animou somente depois que a liderança russa decidiu não abandonar suas forças de paz à própria sorte, não permitir... a limpeza étnica que aconteceu em Srebrenica", afirmou Lavrov.

O ministro russo também disse que a Rússia não vai permitir saques na Geórgia depois do conflito na região separatista georgiana da Ossétia do Sul.

(Reportagem de Oleg Shchedrov)