Gartner corta previsão de gastos com tecnologia para 2009

segunda-feira, 13 de outubro de 2008 14:29 BRT
 

BOSTON, 13 de outubro (Reuters) - A Gartner, maior empresa de pesquisas de tecnologia do mundo, cortou drasticamente a previsão para os gastos globais com tecnologia para o próximo ano, prevendo uma queda em gastos na Europa Ocidental e uma pequena alta nos Estados Unidos.

A companhia, cujas previsões são acompanhadas de perto por investidores, informou que gastos com tecnologia da informação (TI) poderão aumentar somente 2,3 por cento em 2009, com as empresas cortando gastos com a expansão da crise econômica. A Gartner previa anteriormente um crescimento de 5,8 por cento em gastos com tecnologia no próximo ano.

"Economias desenvolvidas, principalmente os Estados Unidos e a região oeste da Europa, serão os mais afetadas, mas as regiões emergentes não estarão imunes", informou Peter Sondergaard, vice-presidente sênior da Gartner e chefe de pesquisa, em um comunicado.

Investidores acompanham de perto as mundanças na previsão da Gartner, assim como acompanham pesquisas de corretoras de Wall Street, como a Goldman Sachs, para acompanhar evidência de mudanças em planos de gastos de companhias.

A Gartner agora espera que os gastos com TI caiam para 0,8 por cento na Europa Ocidental, de acordo com uma apresentação feita por Sondergaard em Orlando, na Flórida. A empresa previa anteriormente o crescimento dos gastos em 2,8 por cento para a região.

Na América do Norte, a previsão é de que os gastos irão crescer 0,5 por cento, um forte declínio ante sua previsão de crescimento anterior de 5,3 por cento. A empresa prevê um crescimento de 8,3 por cento na região da Ásia-Pacífico, ante uma previsão de crescimento de 11 por cento.

A lista de clientes da Gartner inclui virtualmente todas as maiores corporações do mundo, as quais a empresa aconselha na hora de tomada de decisões sobre aquisições de TI, assim como faz com negócios menores.

A companhia também presta consultoria a empresas de tecnologia, aconselhando-as no desenvolvimento de produtos e estratégias de mercado.

A Gartner divulgou suas previsões em uma conferência de executivos da área de TI, uma reunião anual a que analistas de Wall Street e investidores também comparecem para ter uma dimensão dos gastos de empresas e de prioridades para o próximo ano.

O presidente-executivo da Microsoft (MSFT.O: Cotações), Steve Ballmer, o presidente-executivo da Dell DELL.O, Michael Dell, e o presidente-executivo da Cisco Systems (CSCO.O: Cotações), John Chambers, são esperados para discursar na conferência. Outros gigantes da tecnologia, como a IBM (IBM.N: Cotações), a Hewlett-Packard (HPQ.N: Cotações), a Accenture (ACN.N: Cotações) e a Oracle ORCL.O também estão participando do evento.

(Reportagem de Jim Finkle)