SAIBA MAIS-Em Belo Horizonte, eleição depende da aliança PT-PSDB

sexta-feira, 13 de junho de 2008 17:38 BRT
 

BELO HORIZONTE (Reuters) - Com a indefinição sobre uma possível coligação entre PT e PSDB em torno da chapa encabeçada por Márcio Lacerda (PSB), as eleições para a prefeitura de Belo Horizonte estão num impasse.

Articulada pelo atual prefeito Fernando Pimentel (PT) e pelo governador Aécio Neves (PSDB), a aliança entre os dois partidos rivais está ameaçada pelo veto da Executiva nacional petista. O diretório municipal do PT se reúne no sábado para definir sua posição.

Apesar da proximidade do prazo final para o registro das coligações, a única candidatura já definida, com exceção de Lacerda, é a do PCdoB, que vai lançar a deputada federal Jô Moraes.

Veja a seguir como estão se posicionando os principais partidos:

PSB-PSDB -- MÁRCIO LACERDA

Ex-secretário de Desenvolvimento Econômico do governo Aécio Neves, Márcio Lacerda (PSB) encabeça a chapa que tem o apoio do PSDB e busca a adesão do PT. Aécio Neves já afirmou que o PSDB participará formalmente da coligação, que tem o apoio do atual prefeito Fernando Pimentel, do PT.

PT

Parte do partido apóia a aliança com o PSDB em torno da candidatura de Márcio Lacerda, tendo como vice o deputado estadual petista Roberto Carvalho. Outra corrente defende a posição da Executiva Nacional, de lançar candidatura própria, com os nomes de Roberto Carvalho, do também deputado estadual André Quintão ou do ex-deputado Rogério Correia.

PMDB   Continuação...