Telenor cancela contrato com ZTE por violação de conduta

segunda-feira, 13 de outubro de 2008 17:06 BRT
 

OSLO, 13 de outubro (Reuters) - O grupo de telecomunicações norueguês Telenor (TEL.OL: Cotações) informou que suspendeu a fabricante de equipamentos chinesa ZTE (0763.HK: Cotações) de novos negócios nos próximos seis meses depois que esta quebrou uma das cláusulas do código de conduta.

"Nós suspendemos a ZTE de participar das nossas licitações e novas oportunidades de negócios por um período de seis meses, que se encerra no dia 3 de março do próximo ano", afirmou o porta-voz da Telenor Dag Melgaard nesta segunda-feira.

"A atitude foi baseada em uma violação do código de conduta relacionado ao processo de seleção de fornecedores", disse ele, evitando dar mais detalhes sobre o incidente.

Melgaard disse que a decisão englobava "todo o grupo Telenor e suas unidades operacionais em todo o mundo".

Um porta-voz da ZTE disse que não estava ciente da situação, mas que checaria junto à empresa para decidir se era o caso de responder.

A Telenor tem estado sob pressão na Noruega para fortalecer seus padrões éticos depois da divulgação de relatórios sobre condições de trabalho degradante e uso de mão-de-obra infantil por parte de seus fornecedores em Bangladesh.

A ZTE ganhou anteriormente contratos de negócios na competição com rivais como a Ericsson (ERICb.ST: Cotações) e Nokia Siemens Networks NSN.UL, muitos como resultado de seus baixos preços.

Um analista de um grande banco europeu, que preferiu não se identificar diante da delicadeza do assunto, disse que o mercado se surpreenderia com esse incidente porque casos desse tipo são raros com a ZTE.

"O impacto direto (dessa notícia) no lucro deve ser pequeno", disse o analista, acrescentando que a ZTE tem foco em mercados emergentes, que vão do Oriente Médio à Ásia e África. "Mas isso certamente irá afetar sua reputação no mercado", acrescentou.

(Reportagem de Wojciech Moskwa, Tarmo Virki e Edwin Chan)