Paul Krugman ganha Nobel de Economia de 2008

segunda-feira, 13 de outubro de 2008 08:47 BRT
 

ESTOCOLMO, 13 de outubro (Reuters) - O economista norte-americano Paul Krugman ganhou o Nobel de Economia de 2008 por fazer uma análise conjunta de padrões comerciais e de onde as atividades econômicas acontecem, informou o comitê do prêmio na segunda-feira.

A Academia Real Sueca de Ciências informou que o prêmio de 10 milhões de coroas suecas (1,4 milhão de dólares) foi para Krugman devido à formulação de uma teoria que responde as questões que motivam a urbanização mundial.

"Ele integrou campos de pesquisa anteriormente díspares sobre comércio internacional e geografia econômica", disse o comitê em um comunicado.

Krugman é professor de Economia e Relações Internacionais da Universidade Princeton, nos Estados Unidos.

O prêmio de Economia foi estabelecido nos anos 1960 e não fazia parte dos prêmios originais, criados no testamento de Alfred Nobel, em 1895.

Krugman é crítico da administração Bush por conta de políticas que ele afirma terem gerado a atual crise financeira. Krugman escreve colunas para o New York Times e há tempos figurava entre os favoritos para conquistar um Nobel.

Falando durante uma teleconferência com jornalistas, Krugman disse que foi pego de surpresa pela notícia.

"Eu corri para tomar um banho para que eu pudesse participar da conferência. Eu liguei para a minha esposa e para meus pais. Ainda nem consegui tomar uma xícara de café", disse o economista.