Inflação na China volta a subir e preocupações aumentam

terça-feira, 13 de novembro de 2007 07:27 BRST
 

Por Langi Chiang e Simon Rabinovitch

PEQUIM (Reuters) - Alimentos em alta puxaram a inflação na China de volta ao maior patamar em aproximadamente 11 anos em outubro, reforçando as expectativas de novos aumentos da taxa de juros.

O índice de preços ao consumidor saltou 6,5 por cento no mês passado, em linha com o pico registrado em agosto. Em setembro, o índice subiu 6,2 por cento, informou a agência nacional de estatísticas nesta terça-feira.

Sem os alimentos, a inflação em outubro subiu 1,1 por cento em relação ao mesmo período do ano passado. Mas os preços dos alimentos avançaram 17,6 por cento.

Economistas consultados pela Reuters esperavam um alta de 6,4 por cento para o índice de preços ao consumidor chinês em outubro. A inflação registrada foi a maior desde dezembro de 1996, quando o índice saltou 7 por cento.