Wal-Mart tem lucro maior que o esperado no 3o trimestre

terça-feira, 13 de novembro de 2007 11:40 BRST
 

Por Nicole Maestri

NOVA YORK (Reuters) - O Wal-Mart Stores divulgou na terça-feira um aumento maior que o esperado no lucro trimestral, apoiado por controle maior sobre despesas e esforços para atrair clientes para suas lojas nos Estados Unidos antes da temporada de compras de fim de ano.

A maior rede de varejo do mundo informou que o lucro líquido cresceu para 2,86 bilhões de dólares, ou 0,70 dólar por ação, no terceiro trimestre encerrado em 31 de outubro, ante 2,65 bilhões de dólares, ou 0,63 dólar por ação, um ano antes. Os resultados do trimestre incluíram ganho de 0,01 dólar por ação relativo à venda de imóveis.

Analistas, em média, esperavam lucro de 0,67 dólar por ação, excluindo o ganho extraordinário, segundo a Reuters Estimates.

O Wal-Mart está tentando dar fôlego às vendas em suas lojas nos EUA. Os consumidores vêem sofrendo com o aumento nos custos de alimentos e combustíveis e com a crise no setor imobiliário. Nas últimas semanas, a rede reduziu preços de brinquedos populares e de 15 mil outros itens para tentar atrair compradores interessados em antecipar as compras de fim de ano.

A analista Adrianne Shapira, do Goldman Sachs, afirmou em nota na segunda-feira que a estratégia do Wal-Mart em usar preços baixos para atrair clientes, mantendo controle elevado de custos, "é a estratégia correta no momento certo, á medida em que os consumidores estão apertando os cintos".

As vendas do grupo cresceram cerca de 9 por cento, para 90,9 bilhões de dólares. O faturamento da divisão norte-americana subiu 6,4 por cento, para 57,65 bilhões de dólares, enquanto as vendas da divisão internacional avançaram quase 17 por cento, para 22,4 bilhões de dólares.