Petróleo e alimentos elevam inflação na zona do euro

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007 10:08 BRST
 

BRUXELAS, 14 de dezembro (Reuters) - Maiores custos de petróleo e alimentos elevaram a inflação na zona do euro em novembro para o maior nível em seis anos e meio, informou a agência de estatísticas da União Européia (UE) nesta sexta-feira.

A Eurostat disse que o índice de preços ao consumidor nos 13 países da região subiu 0,5 por cento ante outubro e 3,1 por cento contra novembro de 2006.

A taxa anual acelerou em relação à leitura de 2,6 por cento apurada em outubro e superou a estimativa preliminar da agência de 3 por cento.

Foi a maior leitura desde maio de 2001, quando a taxa também foi de 3,1 por cento, o maior patamar desde o início do índice em janeiro de 1997.

O Banco Central Europeu (BCE) visa manter a inflação abaixo de 2 por cento.

Os preços de energia saltaram 3,4 por cento em novembro ante outubro e 9,7 por cento contra igual mês do ano passado. Os de alimentos, álcool e fumo avançaram 0,7 por cento mês a mês e 4 por cento em termos anuais.

(Jan Strupczewski)