Real faz ELETROBRÁS ter prejuízo de R$174,1 mi no 3o trimestre

quarta-feira, 14 de novembro de 2007 10:21 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 14 de novembro (Reuters) - A Eletrobrás ELET6.SA teve prejuízo de 174,1 milhões de reais no terceiro trimestre do ano, contra lucro de 505 milhões de reais um ano antes, afetada principalmente pela valorização do real sobre seus financiamentos em dólar.

No ano, a Eletrobrás acumula prejuízo de 91,3 milhões de reais, contra lucro de 825,5 milhões de reais no mesmo período do ano passado.

As subsidiárias da estatal tiveram impacto positivo de 73,2 milhões de reais no resultado de julho a setembro, e de 838,9 milhões de reais nos primeiros nove meses do ano, o que indica que o resultado poderia ter sido melhor, não fosse a valorização do real frente o dólar.

O aumento do preço da energia comprada pela Eletronorte, de cerca de 40 por cento, e a revisão para baixo das tarifas de transmissão de Furnas foram outros fatores que reduziram os ganhos da companhia, segundo documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários na noite de terça-feira.

A valorização do real frente ao dólar impactou negativamente os recebíveis da companhia, que em 30 de setembro totalizavam 12,3 bilhões de reais.

A perda com a valorização da moeda brasileira decorreu num impacto negativo de 608,5 milhões de reais no terceiro trimestre e acumula no ano, até setembro, perda de 2,5 bilhões de reais.

Um ano antes, a variação cambial havia decorrido em resultado positivo de 79,7 milhões de reais no terceiro trimestre e negativo de 1,3 bilhão de reais nos nove primeiros meses.

No encerramento do primeiro trimestre, a carteira de empréstimos da Eletrobrás, que funciona como um banco para o setor elétrico, era de 35,4 bilhões de reais em 825 contratos.

(Reportagem de Denise Luna; Edição de Roberto Samora)