Oposição protocola novo pedido por CPI dos cartões corporativos

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008 21:30 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - Senadores da oposição entregaram um novo requerimento pedindo a instalação de uma CPI mista para investigar os gastos dos cartões corporativos do governo federal, após a rejeição do primeiro requerimento pelo presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), devido a um erro técnico.

O novo pedido conta com 29 assinaturas de senadores, somente uma a mais do que o necessário para instalar a CPI. O número também é menor do que as 35 assinaturas presentes no requerimento rejeitado por Garibaldi. O documento também foi firmado por 189 deputados, quando 171 eram necessários.

O primeiro pedido entregue pela oposição no Senado, estava escrito "apoiamento", antes das assinaturas, ao invés de "requerimento". Garibaldi considerou a falha um erro técnico e decidiu rejeitar o documento.