ONU eleva número de funcionários mortos em Argel para 17

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007 15:47 BRST
 

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - Dezessete funcionários da ONU morreram na explosão do carro-bomba que atingiu prédios da organização em Argel três dias atrás, informou a entidade nesta sexta-feira.

A porta-voz da Organização das Nações Unidas, Marie Okabe, anunciou em uma coletiva de imprensa o novo número de mortos, que antes estava em 11.

A ala norte-africana da Al Qaeda assumiu responsabilidade pelos atentados com dois carros-bomba, na terça-feira, que mataram mais de 30 pessoas nos escritórios da ONU e em um prédio da Justiça em Argel.

Os militantes disseram ter agido contra "os escravos (dos Estados Unidos) da América e da França".

(Por Patrick Worsnip)