Dalai Lama pede à China que pare de usar a "força bruta"

sexta-feira, 14 de março de 2008 11:06 BRT
 

NOVA DÉLHI (Reuters) - O Dalai Lama apelou às lideranças chinesas nesta sexta-feira que parem de usar a "força bruta" contra os manifestantes tibetanos.

"Esses protestos são uma manifestação do profundo ressentimento do povo tibetano em relação ao governo atual", disse ele em comunicado.

"Então, eu apelo à liderança chinesa que pare de usar a força e preste atenção no ressentimento do povo tibetano, dialogando com o povo tibetano."

(Reportagem de Simon Denyer)

 
<p>Manifestantes em rua de Lhasa, no Tibet. O Dalai Lama apelou &agrave;s lideran&ccedil;as chinesas nesta sexta-feira que parem de usar a 'for&ccedil;a bruta' contra os manifestantes tibetanos. Photo by Stringer Beijing</p>