Demanda mundial por aço crescerá 6,7% em 2008, prevê instituto

segunda-feira, 14 de abril de 2008 09:25 BRT
 

LONDRES, 14 de abril (Reuters) - A demanda mundial por aço crescerá 6,7 por cento em 2008, na comparação com o ano anterior, para 1,28 bilhão de toneladas, afirmou nesta segunda-feira o Instituto Internacional de Ferro e Aço. O volume deve marcar um recorde para a indústria.

Brasil, Rússia, Índia e China serão os principais incentivadores do crescimento com a redução no ritmo das economias desenvolvidas do ocidente, informou o instituto, divulgando suas previsões durante encontro em São Petersburgo.

"A expectativa por trás dessa previsão é que, apesar do esperado enfraquecimento das economias dos Estados Unidos e da União Européia, a demanda por aço continuará saudável, graças em parte aos mercados emergentes que manterão seu dinanismo", disse o presidente do instituto, Ku-Taek Lee, em comunicado.

O consumo total de aço pelo mundo será de 1,282 bilhão de toneladas este ano ante 1,201 bilhão de toneladas em 2007. Para 2009, a previsão é de consumo de 1,363 bilhão de toneladas, informou o instituto.

(Por Daniel Magnowski)