Chávez espera ter prova de vida de Ingrid Betancourt até 3a

quarta-feira, 14 de novembro de 2007 19:07 BRST
 

PARIS (Reuters) - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, espera ter em breve prova de que uma importante refém das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) está viva, disse o líder a uma televisão francesa nesta quarta-feira.

Chávez está mediando uma possível troca de prisioneiros entre o governo do presidente colombiano Álvaro Uribe e as Farc, um grupo guerrilheiro há mais de 40 anos lutando contra os governo colombianos.

As Farc querem que rebeldes detidos em prisões do governo sejam libertados em troca dos principais reféns, incluindo a franco-colombiana e ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt e três norte-americanos, mantidos a anos em campos na selva.

Chávez afirmou esperar ter a chamada prova de vida de Betancourt antes de sua visita à França na terça-feira, para encontro com o presidente Nicolas Sarkozy.

"Espero que eu possa trazer comigo uma prova de que Ingrid ainda está vida. Eu não tenho essa prova ainda, mas espero consegui-la antes de chegar em Paris em 20 de novembro", relatou Chávez ao canal France 24.

Os comentários de Chávez foram transmitidos em trechos. A entrevista completa deve ser levada ao ar na quinta-feira.

"Acredito que posso trazer boas notícias a Sarkozy", acrescentou.