Forças do Paquistão enfrentam militantes; 30 pessoas são mortas

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008 12:35 BRST
 

ISLAMABAD (Reuters) - Forças paquistanesas mataram 23 militantes do Taliban e perderam 7 de seus próprios homens durante confrontos nesta segunda-feira, de acordo com um oficial militar. Um porta-voz do Taliban informou que 17 soldados foram capturados.

Moradores de Mohmand, uma região tribal que faz fronteira com o Afeganistão, disse que o Exército havia atacado através da artilharia e de helicópteros, após uma emboscada do Taliban a um comboio paramilitar.

Mohmand é um local com poucos registros de conflitos no passado, mas os militantes têm se espalhado pelo noroeste do Paquistão desde a metade de 2007, após os militares terem invadido a Mesquita Vermelha para desbaratar um movimento do Talibã na capital.

"O confronto estourou às 7h30 (horário local) quando militantes atacaram um comboio paramilitar", disse o oficial, que pediu anonimato. "O comboio seguia em direção à principal cidade de Mohmand, Ghalanai, quando ele foi alvo de tiros."

Maulvi Omar, porta-voz do Taliban no Paquistão, negou que qualquer militante tenha sido morto, e disse que sete soldados morreram e 17 foram capturados.

"Não vamos parar nossa luta até que o governo retire as forças e acabe com as operações em regiões tribais", disse ele à Reuters por telefone, de um local não revelado.

(Reportagem de Kamran Haider)